Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

O bebé da Madeira.

Não consigo entender como é que o dinheiro pode valer mais que um filho, um ser inocente.

 

Que se dê um filho porque não se tem condições dignas para o criar, é uma coisa, agora vender uma criança? As crianças não são "coisas" vendáveis... São bens de valor incalculável! 

 

E depois há as outras mulheres a fazer tudo para ter um filho e não conseguem, que têm de pagar fortunas para conseguir ter um filho porque o estado queixa-se da natalidade mas corta as pernas a quem quer ser MÂE e amar o seu filho incondicionalmente.

 

Ser-se Mãe, é ter a máxima Graça Divina.

 

Este mundo está mesmo de pernas para o ar!